Buscar
  • NCoisas Shop

Como diluir produtos de limpeza para uma limpeza eficaz?

Diluir produtos de limpeza de maneira adequada é parte fundamental de uma limpeza bem executada.


Pessoa vestindo luva amarela de látex usa pano azul claro de microfibra para higienizar bancada de pia.
Foto de Karolina Grabowska no Pexels

Limpar não precisa ser uma tarefa difícil e demorada. Porém, para facilitar a rotina de limpeza e manutenção, é preciso que os produtos sejam adequados para cada situação e que sejam utilizados conforme as orientações dos fabricantes.


Nessa conta entram tanto os equipamentos, como os mops e panos, quanto os produtos de limpeza. Cada químico possui finalidades próprias, alguns funcionando como multiuso, enquanto outros são destinados a funções mais específicas, como aqueles que removem gorduras, por exemplo.


No meio de tantas opções, ainda surge um detalhe que pode passar despercebido, mas é fundamental para a eficiência da limpeza: a diluição correta dos produtos .


Produtos concentrados, que devem ser diluídos em água na hora do uso, são uma solução prática e econômica, mas como diluí-los corretamente? É o que vamos ensinar neste post de hoje. Confira a seguir.



Conheça seus produtos de limpeza

A primeira parte para fazer a diluição correta é conhecer bem os seus produtos de limpeza. Entenda seus principais usos e confira se esse é um produto que vem concentrado ou não. Nesse momento, a leitura do rótulo, um hábito que leva poucos segundos, é fundamental.


Antes de usar qualquer produto de limpeza, leia o rótulo atentamente.


Alguns produtos são comumente utilizados de forma incorreta, sem a diluição necessária. As consequências disso podem ir desde a corrosão de materiais, até o mal-estar físico de quem está por perto. É o caso da água sanitária, por exemplo. O produto é um dos mais usados na limpeza cotidiana, mas muitas pessoas não se dão conta de que ele vem concentrado, sendo necessária a sua diluição em água antes do uso.


Em resumo: até mesmo aquele produto que você usa há anos pode ter indicações que você desconhece, portanto, o rótulo dele também precisa ser lido. Também siga à risca as recomendações de segurança do fabricante, como a prescrição do uso de luvas ou óculos de proteção, por exemplo.



Diluição correta: nem a mais, nem a menos.


Mulher com leve sorriso segura em uma mão borrifador e em outra pano para limpeza.
Foto de cottonbro no Pexels

Diluir um produto nada mais é do que misturá-lo com água. As proporções de cada coisa é que varia conforme o produto e também o uso que será feito. Normalmente, limpezas mais pesadas pedem por proporções diferentes, com mais produto do que no caso de limpezas mais leves.


Encontrar a medida correta faz com que a limpeza seja mais fácil e que a integridade das superfícies a serem higienizadas também se mantenha. Isso porque o excesso de produto na diluição com a água traz a possibilidade de desgastes excessivos nessas superfícies, bem como pode deixar aquela sensação desagradável de “grudento” após a secagem do produto.


No entanto, no caso de excesso de água, o esforço de quem está fazendo a limpeza pode ser consideravelmente ampliado, pois será necessário fazer mais força ou passar muitas vezes pelo mesmo local para que a limpeza fique adequada.


Em ambos os casos, há desperdício, seja pelo excesso, ou pela falta, que acabará demandando novas aplicações. Porém, lembre-se: resolver essa questão é simples e requer apenas da leitura do rótulo, seguindo suas indicações.



Diluindo sem erros os produtos de limpeza


Depois de ler o rótulo e entender qual a melhor diluição para o seu produto de limpeza, agora é hora de misturá-lo com água.


Normalmente, a proporção é apontada por números como 10:100 ou 20:100, por exemplo. A diluição sempre consiste em misturar uma pequena parte de produto com a maior parte de água. Sujeiras mais densas demandam de uma diluição menor, com mais produto, enquanto limpezas de rotina costumam ter a proporção maior na quantidade de água.


Mas o que isso significa? Bom, no caso da diluição 10:100, por exemplo, significa que a cada 90 partes de água, 10 partes serão de produto. Transformando esse número em um total diluído de 1 litro, significa que, desse total, 100ml serão de produto e os outros 900ml serão de água.


Para auxiliar nessa missão, você pode usar um balde graduado para fazer as medidas. Outra possibilidade é usar o medidor que já vem em algumas embalagens, como a maioria dos amaciantes de roupas, que contam com um medidor na própria tampa.


É super fácil e você irá notar a diferença na hora de limpar!


Armazenando produtos já diluídos


É possível já deixar uma quantidade de produtos diluída em um pulverizador por até uma semana. Assim você terá sempre em mãos um produto pronto para o uso.


Mas, atenção: períodos maiores que uma semana podem comprometer a eficácia do produto. Por isso, dilua apenas a quantidade que você usará nesse espaço de tempo, para garantir a eficácia da sua limpeza.


Vantagens de comprar produtos concentrados


Além da diluição ser uma tarefa simples, os produtos concentrados são muito eficientes e repletos de vantagens, como serem mais econômicos e não gastarem tanto espaço para o armazenamento. Outra vantagem é a questão ambiental, uma vez que são usadas menos embalagens e transportes para que o produto chegue até as suas mãos.


Aqui na NCoisas nós temos uma linha própria de produtos concentrados, a UpPro, que conta com limpadores perfumados, desengordurantes, limpadores de pisos e porcelanatos, detergentes, desinfetantes, amoníacos e, até mesmo, limpadores pós-obras.


Agora que você já sabe todos os segredos para a diluição correta dos produtos de limpeza, dê uma passadinha no nosso site e descubra todas as possibilidades de concentrados que oferecemos. Assim você irá economizar tempo, espaço e ainda tornará os seus hábitos de limpeza mais simples. Bem do jeito que gostamos por aqui.



21 visualizações0 comentário